MARCHA MUNDIAL CONTRA A MONSANTO

Em 57 países, no dia 12 de outubro será realiza a Marcha Mundial Contra a Monsanto. No Rio de Janeiro, o evento acontece na praia de Copacabana.

Neste sábado, dia 12 de outubro, será organizada em 57 países a Marcha Mundial Contra a Monsanto. No Rio de Janeiro, o evento acontece na praia de Copacabana, com concentração às 15h no Posto 4. Entre os organizadores estão a Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida, a Articulação de Agroecologia do Rio de Janeiro, a Rede Ecológica e o Comitê em Defesa das Florestas.

DivulgaçãoO objetivo da Marcha é denunciar à sociedade os enormes danos que as multinacionais do agronegócio, simbolizadas pela Monsanto, vêm causando no Brasil e no mundo. Junto à política de governo de incentivo irrestrito ao agronegócio, estas empresas vêm lucrando às custas das doenças causadas pelos agrotóxicos e alimentos transgênicos que produzem. Desde 2008, o Brasil é o maior consumidor mundial de agrotóxicos, graças ao uso de 31 espécies de sementes transgênicas feitas para serem resistentes aos venenos.

A Monsanto é a empresa que detém o maior número de patentes de transgênicos no Brasil (15). Além dela, participam do mercado também a Bayer (6), Syngenta (5), Dow (4), Basf (1) e Dupont (1), além da Embrapa (2).

Outro fato que preocupa os manifestantes são novos projetos de lei que podem causar estragos ainda maiores. Na próxima semana, a CTNBio deve aprovar o uso de transgênicos resistentes ao veneno 2,4-D. Essa aprovação será desastrosa para o país, pois fará aumentar o uso deste agrotóxicos que é um dos componentes do Agente Laranja. O Agente Laranja foi usado pelos Estados Unidos no Vietnã, e até hoje faz com que milhares de crianças nasçam com graves deficiências físicas.

Sobre a mesa da presidenta Dilma aguarda também o projeto que aprova as sementes Terminator. Também chamadas de “suicídas”, as sementes recebem uma modificação genética que faz com que ela seja estéril, e não se reproduza. A consequência de uma contaminação na Natureza pode ser catastrófica.

Desta forma, cidadãos do mundo inteiro sairão às ruas no dia 12 de outubro para dizer que única saída para a produção de alimentos saudáveis em grande quantidade é através da agroecologia. Neste sistema, alimentos diversificados são produzidos por camponeses em pequenas propriedades, sem uso de agrotóxicos nem transgênicos.

Saiba mais:

http://www.contraosagrotoxicos.org

http://www.agroecologia.org.br

http://www.pratoslimpos.org.br

http://www.march-against-monsanto.com/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s