HIDROELÉTRICA E O MITO DA ENERGIA LIMPA


Na Tenda Dorothy Stang na Cúpula dos Povos, os impactos sociais e ambientais para as construções de usinas hidroelétricas foram levantados por entidades ecológicas.

Deslocamento forçado de comunidades, danos agressivos à fauna e à flora fazem cair por terra o mito de que as hidroelétricas são fonte de energia limpa. Durante atividade realizada no terceiro dia da Cúpula dos Povos na Rio+20, o exemplo dessa ação na comunidade ribeirinha durante a construção da Usina de Mauá, no Paraná.

HIDROELECTRICAS Y EL MITO DE LA ENERGÍA LIMPIA

En la tienda Dorothy Stang, en la Cúpula de los Pueblos, entidades ecológicas discutieron sobre los impactos sociales y ambientales consecuencias de las construcciones de plantas hidroeléctricas.

Desalojamiento forzado de comunidades, daños agresivos a la flora y fauna hacer caer por tierra el mito de que las hidroeléctricas son fuente de energía limpia. Durante la actividad realizada en el tercer día de la Cúpula de los Pueblos en la Rio+20, se ejemplifico este tipo de daños con el testimonio de la comunidad de la ribera de la Usina de Mauá, en el Paraná.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s